Saiba como diminuir o colesterol ruim apenas por meio do consumo de comida saudável. Veja também como encontrar refeições equilibradas prontas pela internet.

Quem sofre com o colesterol ruim (LDL), sabe que o principal remédio para este mal não está na farmácia. Ainda que se siga à risca o tratamento indicado pelo médico, se não houver um controle dos alimentos consumidos, as taxas de colesterol não conseguirão ficar equilibradas.

Através de pratos saudáveis e uma dieta própria para colesterol alto, é possível tratar a condição sem uso dos medicamentos.

Saiba mais: Como a alimentação saudável previne doenças

Alimentação saudável para ajudar a reduzir o colesterol ruim

 

  • Peixes

 

O ômega-3 e ômega-6 são gorduras muito presentes nos peixes e que ajudam a reduzir o LDL no sangue, assim como os níveis de triglicerídeos.

O ômega é encontrado em peixes como sardinha, atum, truta, salmão, entre outros, que devem ser inseridos na dieta duas vezes por semana.

Para quem achar mais fácil, o óleo de peixe pode ser consumido na forma de cápsulas (já que muitas vezes pescados não são encontrados frescos em cidades do interior).

O consumo frequente de ômega-3 e 6 reduz o risco de AVC e ajuda a diminuir as chances de desenvolver outras doenças cardíacas.

 

  • Oleaginosas

 

As melhores oleaginosas para diminuir o colesterol são: amêndoas, nozes, amendoins, pinhão, avelã e pistache, porém, sempre em pequenas porções (pois são ricas em gordura), de 35 a 40 gramas por dia.

 

  • Soja

 

Ainda que não atue diretamente nos níveis de colesterol, a soja é considerada uma fonte de proteína com pouca gordura saturada e muita gordura insaturada, por isso é indicada para pacientes com colesterol alto.

 

  • Chá verde

 

Consumido há milhares de anos pelos povos orientais, o chá verde conta com inúmeros benefícios, incluindo reduzir os níveis de LDL. É aconselhável tomá-lo diariamente.

 

  • Fibras

 

Além de ajudar a diminuir os níveis de colesterol ruim, o consumo de alimentos ricos em fibra é fundamental para a manutenção do sistema digestivo (e bom funcionamento do intestino).

 

  • Óleos vegetais

 

Óleos vegetais, como os azeites, óleo de abacate, óleo de amêndoa, óleo de arroz e óleo de girassol não contam com gordura saturada (quando consumidos em temperatura ambiente) e possuem gordura insaturada.

Eles não podem ser submetidos às altas temperaturas, pois, nesse caso, têm sua estrutura química alterada, transformando-se em gordura saturada.

Saiba mais: Partindo para um fim de semana mais saudável

 

  • Chocolate amargo

 

O chocolate amargo é rico em substâncias que auxiliam no combate contra o LDL: os flavonoides.

Mas é preciso atentar-se quanto ao consumo desse alimento. As substâncias benéficas ao organismo concentram-se no chocolate amargo. As outras versões costumam ser ricas em açúcar e aumentam os níveis de colesterol ruim.

 

  • Vinho

 

O consumo moderado de vinho tinto seco (no máximo duas doses por dia) pode aumentar em até 12% os níveis de colesterol bom (HDL), capacidade similar à fornecida pela prática de exercícios físicos.

Essa característica encontrada em vinhos tintos secos é decorrente dos flavonoides, que são ricos em antioxidantes, vasodilatadores e anti-coagulantes.

Encontre comida saudável para combater o colesterol sem sair de casa

A Eat Well Brasil se preocupa com a saúde e bem-estar de seus clientes, por isso todos os seus pratos são elaborados com ingredientes selecionados e com acompanhamento de nutricionistas.

Navegue pelo site para conferir o menu da semana, com todas as opções de massas, saladas, proteínas, snacks, bolos, sucos e sobremesas e tenha uma alimentação saudável com a Eat Well Brasil.